Notícia

INPI celebra Dia Mundial da PI durante todo o mês de abril

Todos os dias, pessoas comuns produzem novidades extraordinárias para tornar o mundo melhor. Essas incontáveis inovações vêm deixando nossa vida mais saudável, segura e confortável, transformando problemas em progresso, seja pelas soluções mais simples ou mais complexas. Para levar essa reflexão a diferentes países, a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) celebra o Dia Mundial da PI este ano, em 26 de abril, com o tema “Inovação – Melhorando vidas”.

A proposta é fomentar o debate sobre como o sistema de propriedade intelectual pode apoiar a inovação atraindo investimentos, recompensando os criadores, incentivando-os a desenvolver suas ideias e garantindo que seus novos conhecimentos estejam disponíveis gratuitamente para que os inovadores de amanhã possam aproveitar a nova tecnologia de hoje.

Atividades

O INPI também comemora o Dia da PI ao longo de todo o mês de abril, em parceria com a OMPI e o Museu do Amanhã, oferecendo diversas atividades, a serem divulgadas, que incentivam a sociedade a discutir a relação entre propriedade industrial e inovação.

No dia 11, o Instituto levará estudantes de ensino médio, universitários e pós-graduandos ao seminário “Caminhos da Ciência, Tecnologia e Inovação para a Juventude”. O evento, promovido pelo Museu do Amanhã, tem como objetivo inspirar novos inventores. Youtubers, vencedores do Prêmio Jovem Cientista e jovens com projetos em ciência dividem o espaço com nomes da educação científica e do empreendedorismo no Brasil para conversar sobre o que precisa melhorar e o que já dá certo quando se fala em ciência e juventude. O evento acontece pouco antes da abertura da próxima exposição temporária do Museu, que traz histórias de inovações no País.

As demais atividades serão informadas ao longo do mês.

Casos de sucesso

A campanha da OMPI este ano destaca casos de sucesso no  mundo todo: um painel no Peru que coleta a água do ar para ser tratada e fornecida à comunidade local; uma impressora 3D de uma universidade americana que regenera tecido humano danificado; um serviço de transferência de dinheiro por celular e microfinanciamento no Quênia; soluções de energia renovável que alimentam geladeiras na Índia rural; uma bateria de grafeno da China que recarrega um celular em poucos minutos; e tecnologias assistivas de ponta desenvolvidas na Rússia para ajudar pessoas com deficiência a realizar tarefas cotidianas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: INPI

22123165

contato

Núcleo de inovação tecnológica

Telefone: (84) 3215-3918

E-mail: nit@reitoria.ufrn.br

Logomarca da PROPESQ
Logomarca da UFRN
Logomarca do IMD
Logomarca do CNPq

Feed de notícias


Acessar o RSS

Desenvolvido pela